Vendas de pneus recuam 2,7% no acumulado até abril

Queda de 4,8% para o mercado de reposição afeta o desempenho da indústria de pneumáticos

36

Fabricantes de pneusFabricantes de pneus

As fabricantes de pneus verificaram recuo de 2,7% das vendas no acumulado de janeiro a abril quando comparadas com resultado de iguais meses do ano passado, para pouco mais de 19 milhões de unidades. Dados divulgados na terça-feira, 21, pela Anip, entidade que representa a indústria de pneumáticos, indica que o resultado foi afetado pelas entregas menores ao mercado de reposição.

Segundo as fabricantes, o volume entregue ao aftermarket caiu 4,8% na mesma base de comparação, passando de 14,4 milhões para 13,7 milhões de unidades. No resultado isolado de abril, a queda foi mais acentuada, de 7,2%, para pouco mais de 3,2 milhões.

 

“Seguimos na expectativa de ações concretas do novo governo para garantir a viabilidade não só dos benefícios futuros, como também possibilitar a retomada da confiança dos investidores e, assim, fomentar o crescimento econômico do País”, declara o presidente executivo da Anip, Klaus Curt Müller.

 

Vendas para montadoras

Já as vendas para montadoras (OEM) aumentaram 3,4% no primeiro quadrimestre na comparação anual: passou de 5,11 milhões para 5,28 milhões. Abril foi o melhor mês de vendas da indústria para o mercado original, com mais de 1,41 milhão de pneus entregues às linhas de montagem de veículos.

Entre as categorias, as vendas de pneus para automóveis recuaram 5,9% no acumulado de quatro meses do ano. Também houve queda de 0,7% das vendas de pneus para comerciais leves, enquanto o volume de vendas de pneus de carga aumentou 4,4% no período. Pneus para motos teve leve crescimento de 1,6%.

O balanço da indústria

O balanço da indústria de pneumáticos mostra ainda que de janeiro a abril deste ano, a balança comercial do setor registrou superávit de mais de US$ 68,5 milhões, estabilidade com relação a 2018. O número de pneus importados em 2019 ultrapassou em mais de 2,2 mil peças o número de peças exportadas.