Aptiv dobra capacidade em Conceição dos Ouros

Fábrica recebeu investimento de R$ 5 milhões e poderá fazer 8 mil chicotes por dia

35
Aptiv dobra capacidade
Fábrica inaugurada em 1988 emprega 1,4 mil colaboradores

Aptiv dobra capacidade

Em menos de um mês a Aptiv dobrou a capacidade de duas de suas fábricas de chicotes elétricos no País. Na semana passada foi anunciada a conclusão do investimento de R$ 30 milhões em Espírito Santo do Pinhal (SP) e na quarta-feira, 29, foi a vez de reinaugurar a planta de Conceição dos Ouros(MG), que recebeu aporte de R$ 5 milhões para aumentar o potencial produtivo de 4 mil para 8 mil chicotes/dia, operando em dois turnos. Hoje trabalham na unidade 500 empregados, mas a perspectiva é de novas contratações nos próximos meses. A área construída da unidade cresceu de 2,3 mil para 5,4 mil metros quadrados.

Eric Carneiro, vice-presidente e diretor executivo da Aptiv América do Sul, explica que as ampliações foram motivadas pela conquista de novos contratos de fornecimento. Os chicotes produzidos em Conceição dos Ouros são em 90% dos casos destinados veículos atuais e futuros da FCA fabricados em Betim (MG), Goiana (PE) e Córdoba, na Argentina, mas principalmente para o polo Fiat em Minas, que também vai comprar da fábrica mineira da Aptiv os sistemas de distribuição elétrica para os novos motores turbo que serão feitos lá. No caso de Espírito Santo do Pinhal, os clientes que já encomendaram novos circuitos são Ford, GM e PSA (Peugeot Citroën), que começam a receber os novos chicotes a partir de janeiro de 2020.

“Estamos em um bom momento e devemos crescer a despeito da economia lenda e dos problemas na Argentina, graças aos novos contratos que conquistamos”, conta Eric Carneiro.

 

Segundo o executivo, os sistemas de distribuição eletroeletrônica estão em constante evolução, o que exige investimentos constantes em modernização dos produtos e dos processos produtivos. Por isso, ele explica, os aportes feitos nas fábricas de chicotes do grupo no Brasil foram direcionados tanto a expansão da capacidade como o desenvolvimento de novos circuitos e sua produção.

Em Conceição dos Ouros fica a menor e mais nova das quatro fábricas de chicotes da Aptiv no Brasil. Foi inaugurada em 2010, ainda como Delphi, que há dois anos foi dividida em duas empresas, uma delas a Aptiv, mais dedicada a sistemas eletroeletrônicos. A planta mineira tem gestão compartilhada com a unidade de Paraisópolis, também no sul de Minas Gerais, a mais antiga operação de chicotes do grupo no País.