5G – Os desafios da transformação digital

150
5G - Os desafios da transformação digital

5G – Introdução

5G – O mundo se prepara para uma revolução tecnológica sem precedentes com a chegada de uma nova geração de internet móvel denominada 5G. Carros autônomos, cidades inteligentes, cirurgias robóticas a distância e muitas outras coisas, até pouco tempo atrás só existentes nas telas do cinema, serão entregues através das redes 5G.

O 5G promete transformar nossas vidas e adicionar anualmente trilhões de dólares à economia global. Segundo estimativa da IHS Markit, esse novo mercado movimentará mais US$ 12 trilhões de vendas anuais em 2035.

Novos produtos, serviços, modelos de negócios e indústrias inteiras nascerão, pois o 5G oferece um salto gigantesco em velocidade, capacidade, confiabilidade e conectividade.

Os consumidores receberão o primeiro impacto através de mudança significativa nas velocidades de dados móveis, que poderão ser até 100 vezes mais rápidas do que as de 4G, permitindo que as pessoas baixem filmes completos em segundos. No trabalho, a tendência será maior automação de tarefas e conectividade digital, gerando uma nova onda de ganhos de produtividade para algumas indústrias.

Histórico das redes móveis

Nos anos 80, foi implementada a primeira geração de telefonia celular (1G). Nessa época, os telefones eram analógicos e só possibilitavam falar ao telefone. Já nos anos 90, os países da Europa foram os primeiros a adotar a tecnologia 2G, que, além de telefonar, possibilitava o envio de mensagens de texto. No início da década de 2000, o Japão foi o pioneiro na tecnologia 3G que, além de mensagens, dava acesso à internet e, por fim, os Estados Unidos dominaram em 2011 o lançamento do 4G.

Até a quarta geração da internet móvel, todas as discussões para definir os padrões globais para a telefonia celular deixavam a China em segundo plano. Como resultado disso, as companhias europeias e americanas eram proprietárias da maior parte das patentes das tecnologias utilizadas prosperando e enriquecendo enquanto as tecnologias evoluíam.

Com a tecnologia 5G, as empresas chinesas saíram na frente e iniciaram suas pesquisas e desenvolvimento cedo, já que a China definiu como objetivo ocupar um lugar de liderança nesta nova era da tecnologia. A China considera que o 5G é a sua primeira oportunidade de liderar o desenvolvimento de tecnologia sem fio numa escala global.

5G - Os desafios da transformação digital
Cronologia da telefonia celular

Um novo líder no mundo da tecnologia

Ao assumir a liderança neste novo cenário, a China pretende não só recuperar o espaço perdido, como também possibilitar que suas empresas ocupem os espaços que já foram dos europeus e dos americanos. A nova tecnologia, além de possibilitar o streaming de vídeo ultrarrápido e a comunicação entre carros e sistemas de controle de tráfego,  se destina também a acomodar conexões simultâneas com grande número de dispositivos tanto pessoais quanto industriais.

Leia o restante do artigo na revista LUBES EM FOCO – edição 71, apresentada abaixo: