Entenda como a Volvo quer zerar acidentes fatais

Líder mundial em segurança anuncia ações e tecnologias para zerar mortes no trânsito

97

Safe MomentSafe Moment

Imagine que você está dirigindo com seus filhos nos banco de trás e de repente tudo fica escuro. Alguns segundos depois você abre os olhos, ainda sem entender o que aconteceu e perceba que as crianças estão gritando. Um carro invadiu a contra-mão e acertou o seu de frente. Com o relato e personagens desta história real, a Volvo abriu o Safe Moment, evento global realizado na Suécia que mostrou todas as tecnologias e medidas que está adotando para reduzir a zero o número de acidentes mortais a bordo de seus carros.

Volvo Safe Moment 2019
Volvo Safe Moment 2019

Voltando ao caso inicial, o carro atingido era um Volvo ocupado por Martin, Ana e seus filhos. A boa notícia é que, mesmo com o forte impacto, ninguém se referiu. O relato e a presença de ambos no evento mostram, efetivamente, que cada esforço para salvar uma vida vale a pena.

Por motivos éticos, a Volvo não revelou qual era o outro carro, mas usou o exemplo para mostrar um dos recursos que disponibilizará em seus carros a partir de 2020: a análise do comportamento do motorista com ação efetiva de modo autônomo em caso de anormalidades. Será que o outro motorista estava bem? Cansado? Embriagado?

Comportamento humano como item de segurança

Assim como os mais modernos sistemas conseguem ver tudo que acontece ao redor do carro por meio de radares e sensores inteligentes, inclusive para acelerar, frear e girar o volante, a Volvo agora traz o mesmo conceito para dentro do carro. O objetivo é analisar o comportamento do motorista identificando o nível de distração, sonolência e até mesmo intoxicação. Assim, o fator comportamento humano passa a ser considerado no trabalho de segurança da empresa.

O novo sistema irá efetivamente por meio da limitação da velocidade do carro, alertando o serviço de assistência Volvo On Call e, como plano de ação final, reduzir ativamente a velocidade do carro até pará-lo com segurança.

“Quando se trata de segurança, nosso objetivo é evitar totalmente os acidentes, em vez de limitar o impacto quando um acidente é iminente e inevitável”, diz Henrik Green, vice-presidente sênior de Pesquisa e Desenvolvimento da Volvo Cars. “Neste caso, as câmeras monitoram comportamentos que podem levar a situações de ferimentos graves ou morte.”

Para a Volvo Cars, a embriaguez ao volante, direção sob efeito de drogas e a distração devem ser resolvidas instalando câmeras no carro e outros sensores que monitoram o motorista e permitem que o carro intervenha se ele estiver claramente intoxicado ou distraído, não responder a sinais de alerta e estiver em risco de cometer um acidente envolvendo ferimentos graves ou morte.

O novo sistema de monitoramento avaliará situações como a falta completa de participação na direção por longos períodos de tempo, motoristas que são detectados com os olhos fechados ou fora da estrada por longos períodos de tempo, bem como saídas irregulares de faixa nas pistas ou tempos de reação excessivamente lentos.

“Algumas pessoas ainda acreditam que podem dirigir depois de tomar uma bebida e que isso não afetará suas capacidades. Queremos garantir que as pessoas não sejam colocadas em perigo como resultado de intoxicação”, diz Trent Victor, professor de Driver Behavior na Volvo Cars.

A introdução das câmeras em todos os modelos da Volvo começará na próxima geração de veículos da plataforma SPA2 da Volvo, no início de 2020.

Velocidade máxima limitada em 180 km/h

Plataformas mais rígidas, áreas deformáveis, freios ABS de última geração, controle de estabilidade, vários airbags e outros modernos sistemas de segurança ativa e passiva. Acima de determinadas velocidades, toda a tecnologia de segurança no carro e o projeto de infraestrutura inteligente não são mais suficientes para evitar ferimentos graves e fatalidades em caso de acidente. Isso levou a uma decisão polêmica por parte da Volvo: limitar a velocidade máxima em 180 km/h em todos os seus carros.

Como líder mundial em segurança, a Volvo possui milhares de estudos sobre o assunto. Um dado aberto, por exemplo, são as multas aplicadas a milhões de pessoas todos os anos por excesso de velocidade. Dados do Departamento de Administração Nacional de Estradas e Segurança de Trânsito dos Estados Unidos mostram que 25% de todas as mortes no trânsito em 2017 foram causadas por excesso de velocidade.

Volvo Safe Moment 2019

“As pessoas simplesmente não reconhecem o perigo envolvido na velocidade”, diz Jan Ivarsson, um dos principais especialistas em segurança da Volvo Cars.

“Em função de nossa pesquisa, sabemos onde estão as dificuldades quando se trata de acabar com ferimentos graves e fatalidades em nossos veículos. A limitação de velocidade não resolve todos os problemas, mas vale a pena fazer se podemos salvar uma vida”, disse Håkan Samuelsson, presidente e CEO do Grupo Volvo Car.

Decisão polêmica? Sim, mas a Volvo está preparada para justificar a sua decisão e se posicionar como pioneira no assunto. Na apresentação, Jan Ivarsson mostrou algumas reações negativas recebidas pela Volvo, como:

  • “Eu gosto de decidir … Eu não gosto de ter uma babá, meu carro não deve limitar meu desejo por liberdade”
  • “É um sinal de fraqueza se um carro não puder passar com segurança de 180 km/h”
  • “Excesso de velocidade não tem nada a ver com segurança. Quando eu estou dirigindo mais rápido eu fico mais aguçado e tenho mais atenção no trânsito”

Como resposta, a Volvo resgatou algumas das mensagens negativas que recebeu quando apoiou a obrigatoriedade do uso do cinto de segurança.

  • “A lei do cinto de segurança viola os direitos humanos individuais e estabelece um novo precedente como sistema de vigilância do governo”
  • “Em uma colisão de alta velocidade à 64 km/h, você tem mais chance de sobreviver quando você é jogado para fora de um carro do que se você está preso com um cinto de segurança”
  • “Não há dúvida de que a polícia incorreria em impopularidade … qualquer deterioração adicional no bom relacionamento entre a polícia e o público deve ser deplorada…”

Hoje, usar o cinto de segurança é uma ação tão trivial como ligar o carro. Embora ainda obrigatória, nos causa muito espanto quem não enxerga como este item tem papel vital em um acidente. Para a Volvo, a polêmica em torno da limitação de velocidade cairá neste mesmo conceito em breve, a começar pelas sociedades mais evoluídas.

Chave inteligente Volvo Care Key

Outra ação anunciada recentemente pela Volvo é a chave inteligente Care Key. Com ela, qualquer proprietário poderá estabelecer um limite de velocidade para si, seus familiares ou qualquer outra pessoa que possa dirigir o seu veículo. A novidade será item de série em todos os modelos Volvo a partir do ano modelo 2021.

Volvo Safe Moment 2019

Como sabemos, um carro pode ser utilizado por vários membros de uma família. Isso inclui motoristas mais jovens e inexperientes, que acabaram de receber a habilitação. Também pode ser configurada uma velocidade para manobristas, por exemplo.

“Acreditamos que uma montadora tem a responsabilidade de ajudar a melhorar a segurança no trânsito”, disse Samuelsson. “Nosso limite de velocidade anunciado, recentemente, se encaixa nesse pensamento e a Care Key é outro exemplo. Muitos querem poder compartilhar seu carro com amigos e familiares, mas não têm certeza sobre como se certificar de que estão seguros na estrada. A Care Key fornece uma boa solução e uma maior tranquilidade”, conclui o executivo.

Além da segurança, a Care Key também podem se reverter em benefício financeiro. A Volvo está conversando com seguradoras em vários para a criação de um seguro especial e favorável à comunidade Volvo que use esses recursos de segurança.

“Se pudermos encorajar e apoiar um melhor comportamento com tecnologia que ajude os motoristas a evitar problemas, isso também deve ter um impacto positivo nos seguros premiuns”, disse Samuelsson.

A soma dos anúncios da Care Key, das câmeras de monitoramento, do limitador de velocidade e os sistemas de assistência ao condutor existentes servem a um único objetivo: apoiar uma condução mais segura.

Compartilhamento de expertise em segurança

Outra ação da Volvo que visa aumentar a segurança em todos os carros, não apenas os que produz, é o compartilhamento de toda sua experiência no assunto. Pela primeira vez, a Volvo criou uma biblioteca digital onde disponibiliza sua base de estudos e relatórios técnicos que coleta há mais 60 anos.

Volvo Safe Moment 2019

Para celebrar este os 60 anos do cinto de segurança de três pontos, item criado e oferecido à toda indústria, e reforçar que sua tradição de compartilhamento vai além de patentes e produtos físicos, a Volvo Cars lançou o Projeto E.V.A. (Equal Veihcles for All).

“Temos dados sobre dezenas de milhares de acidentes reais, para ajudar a garantir que nossos carros sejam tão seguros quanto possível para as situações no tráfego real”, diz Lotta Jakobsson, professor e especialista técnico sênior do Volvo Cars Safety Center. “Isso significa que nossos modelos são desenvolvidos com o objetivo de proteger todas as pessoas, independentemente de sexo, condição física, além da ‘pessoa comum’ representada por bonecos de teste de colisão”.

Para a Volvo, as novas tecnologias desenvolvidas são pensadas não apenas atender aos padrões de segurança ou passar nos testes de regulamentação. Com base em seus próprios dados de pesquisa, baseados em uma análise detalhada de dezenas de milhares de acidentes reais, pode trabalhar efetivamente onde a segurança pode ser melhorada.

Por Fábio Trindade
De Gotemburgo, Suécia
Viagem à convite da Volvo Cars Brasil