Home Carro e Moto Aston Martin exibe seu carro elétrico de luxo, o Rapide E

Aston Martin exibe seu carro elétrico de luxo, o Rapide E

88

Rapide ERapide E

Aston Martin vem falando sobre seu carro elétrico faz um tempinho e, depois de nos mostrar no ano passado um teaser do que seria essa máquina, agora ela finalmente foi apresentada para o mundo, durante o evento Shanghai Auto Show. O Rapide E é lindão e mira o setor de luxo, com apenas 155 unidades montadas até agora.

O veículo é alimentado por uma bateria de 800 V e 65 kWh e, segundo a fabricante, pode viajar quase 322 km com uma única carga. Quando conectado a um carregador de alta velocidade, pode recarregar em uma taxa equivalente a 499 km/h.

Bonito por dentro e por fora

Vale destacar que o Rapide E tem como base o design interno e externo do Rapide movido por combustão. Na frente, há a mudança mais visível, pois ao invés da grade com listras horizontais vemos uma caixa maior e escura, no formato de favo de mel. Alguns detalhes foram alterados devido às necessidades de resfriamento e aerodinâmica de um carro elétrico.

Ainda não há previsão de preço ou entrega das primeiras unidades

Outras mudanças incluem ajustes nas molas e nos amortecedores da suspensão para compensar o aumento do peso do Rapide E. A ausência de pontas de escape abre espaço traseiro mais dedicado à aerodinâmica. As rodas de alumínio foram reprojetadas para reduzir a turbulência e até mesmo os pneus Pirelli P-Zero foram feitos sob medida para diminuir a resistência ao rolamento. Com tudo isso, o Rapide E sofre 8% menos atrito do ar em relação ao modelo de gasolina.

Os upgrades tecnológicos

Os upgrades tecnológicos da cabine incluem um painel digital de 10 polegadas para complementar o sistema de infoentretenimento de 8 polegadas do Rapide padrão. A partir das exibições do visor, o motorista pode monitorar a carga da bateria, dados de desempenho, informações de regeneração de frenagem e consumo de energia em tempo real. O Rapide E também se integrará a um app que pode verificar remotamente o nível da bateria e programar a recarga quando o proprietário estiver longe do veículo.


 

A Aston Martin ainda não revelou o preço ou a previsão de entrega das primeiras unidades, e, dadas as configurações de luxo e o baixíssimo número de montagem, é de se esperar que seja direcionado ao mercado de ricos entusiastas de carros elétricos. Ou ao próximo James Bond.

FONTE(S)