Volkswagen planeja vender 22MM de elétricos em 10 anos

Companhia anuncia “mudança radical” e amplia a meta de lançamentos para 70 novos modelos com a tecnologia até 2028

50

Grupo Volkswagen

Grupo Volkswagen

O Grupo Volkswagen tem sido rigoroso em seu esforço de transformação. O CEO da companhia, Herbert Diess, anunciou na terça-feira, 12, que a empresa vai “mudar radicalmente”. Ao revelar seu balanço financeiro do primeiro bimestre do ano o executivo apontou que a fabricante vai ampliar de 50 para 70 o número de modelos elétricos que serão lançados até 2028. Com isso, a meta é alcançar a venda de 22 milhões de unidades com a tecnologia em 10 anos.

Diversificação da fonte energética

Além de diversificar a fonte energética dos carros, a Volkswagen divulgou ainda o plano de se transformar em uma empresa neutra em emissões de CO2 até 2050. Com o anúncio a companhia dá um passo além do que já anunciou em fevereiro, quando apontou que está planejando a produção da gama de elétricos I.D. para que ela seja neutra em emissões de gases de efeito estufa.

Estamos assumindo a responsabilidade em relação às principais tendências para o futuro – principalmente quando se trata de proteção ao meio ambienteHerbert Diess - CEO da Volkswagen

Mudança no sistema de mobilidade individual

Segundo ele, a estratégia garantirá que a companhia acompanhe a mudança dramática no sistema de mobilidade individual que deve acontecer nos próximos anos. Com este movimento, a companhia se adequa às metas climáticas do Acordo de Paris e distancia a sua imagem do dieselgate, a fraude em 11 milhões de carros vendidos globalmente que poluíam mais do que o permitido. “Vamos sistematicamente alinhar a nossa produção e as etapas da cadeia de valor à neutralidade em emissões de CO2”, disse o executivo.

A empresa vai trabalhar para reduzir gradativamente as emissões – até 2025 a diminuição deve chegar a 30%. Em seguida, vai investir para que a energia usada no abastecimento dos seus carros e operações venham de fontes limpas e, por fim, usará ferramentas de compensação ambiental para o restante das emissões.

€ 30 BILHÕES DE INVESTIMENTO EM ELÉTRICOS

Para garantir o projeto de eletrificação dos carros do Grupo Volkswagen, a companhia investirá € 30 bilhões até 2023 e, com isso, quer que 40% de suas vendas sejam de modelos com a tecnologia até 2030. O primeiro carro fruto deste esforço a chegar ao mercado é o Audi E-Tron, seguido pelo Porsche Taycan e depois pela família Volkswagen ID.

A mudança no perfil dos produtos implica também na atração de novos fornecedores. Por enquanto LG, Chem, SKI, CTL e Samsung são as empresas certificadas globalmente para fornecer as células de bateria dos carros.