Tesla e Ford – Ford pode não sobreviver a outra recessão?

70

Tesla e FordTesla e Ford

Elon Musk gosta de se meter em confusões com declarações polêmicas. A última foi feita durante uma entrevista ao podcast Recode Decode, quando falava das dificuldades que teve em criar a Tesla e entrar em um ramo industrial difícil. Em um momento, ele diz que a Tesla e a Ford foram as únicas que passaram pela última recessão nos EUA sem pedir falência e que “há uma boa chance da Ford não sobreviver à próxima recessão.”

A Ford não respondeu

Obviamente, a declaração não pegou nada bem. A Ford não respondeu ao executivo, mas diversos analistas do setor não perderam a chance de ridicularizar Musk por sua fala. “Ele estava fumando maconha de novo durante essa entrevista? (…) Grandes empresas como a Ford tem uma tremenda força mesmo nos piores momentos. Enquanto a Ford tem seus desafios para enfrentar, isso parece ser um exagero enorme”, disse Jon Gabrielsen, economista especialista em carros. Outros como Ivan Drudy (Edmunds) e John McElroy (Autoline.tv) lembram que a fabricante tem um histórico de enfrentar momentos difíceis uma vez por década e retornar mais forte do que antes.
Tesla Roadster avec Elon Musk

Ford vem cortando gastos

A Ford vem cortando gastos de diversas maneiras, tentando ir atrás de produtos mais lucrativos. Isso envolve decisões polêmicas, como a de vender apenas SUVs, crossovers e picapes nos EUA, eliminando sedãs e hatchbacks como Fusion e Focus. Outra forma de segurar os gastos é criar parcerias para reduzir o custo de desenvolvimento de veículos, como o novo acordo de cooperação entre Ford e Volkswagen para veículos comerciais e que pode ser expandido para modelos elétricos.

Critica à Apple

Musk ainda aproveitou a entrevista para criticar a Apple. O criador da Tesla disse que os aparelhos da empresa perderam seu apelo. “A Apple costumava lançar produtos que explodiam as mentes das pessoas, Eles ainda fazem grandes produtos, mas tem menos disso. Por exemplo, não acho que as pessoas irão correr para a loja por um iPhone 11”, uma referência ao novo iPhone XS.

Fonte: Recode Decode via Detroit Free Press