Petronas inicia produção em fábrica na Índia ainda este ano

36
Planta da Petronas em Pantalganga – Índia

A Petronas Lubricants International da Malásia começará a produção em sua fábrica de misturas de lubrificantes na Índia, até o final deste ano. A planta de US$50 milhões foi construída em uma área de mais de 100 mil m2 de terra em Patalganga, e tem capacidade de produção de cerca de 97.000 toneladas por ano.

“Os testes de produção estão em andamento, e esperamos iniciar a produção comercial até o final de dezembro de 2018”, disse Mohd Khalid Mohamed Latif, diretor da região Ásia-Pacífico da Petronas Lubricants International – PLI, em entrevista ao Lube Report.

A tecnologia de mistura da nova fábrica pode “produzir todas as categorias de óleos automotivos para motores e engrenagens, além de fluidos de transmissão e hidráulicos”, acrescentou.

Petronas pretende triplicar participação de mercado

A PLI, uma subsidiária da petrolífera estatal Petronas, pretende triplicar sua participação no mercado de lubrificantes da Índia, até 2022, por meio de parcerias com fabricantes de equipamentos originais (OEMs) na Índia, como Tata Motors Ltd, Grupo Fiat, New Holland, Doosan Group e Maruti Suzuki India.

O mercado de lubrificantes da Índia está estimado em aproximadamente 2,8 milhões de toneladas este ano, segundo Shailendra Gokhale, sócio-gerente da Rosefield DAA International Consultancy, uma consultoria especializada em lubrificantes com sede em Mumbai.

A empresa previu um crescimento de cerca de 4,3% , com óleos para motocicletas, óleos para motores pesados ​​e lubrificantes e graxas de alto desempenho apresentando crescimento significativo. “A Índia é o terceiro maior mercado de lubrificantes, com a participação de óleos automotivos em 54%, o lubrificante industrial em 25% e os óleos de processo em 21%”, disse Gokhale.