Planta de lubrificantes opera com energia solar

52

A Emirates National Oil Co. (ENOC) anunciou a conversão de sua planta de mistura nos Emirados Árabes Unidos para operar exclusivamente com energia solar, tornando-se a primeira fábrica de lubrificantes do país a fazê-lo. A empresa instalou mais de 300 painéis solares fotovoltaicos no telhado de sua fábrica, que cobre aproximadamente 300 metros quadrados.

Os painéis instalados na fábrica de processamento de lubrificantes de Dubai FZE, em Jebel Ali, vão gerar mais de 160.000 quilowatts-hora por ano de eletricidade, afirmou a ENOC, acrescentando que a instalação consumiu 156.700 kwh / ano em 2016.

A empresa planeja transmitir o excesso de eletricidade para a rede de eletricidade e água de Dubai.

“Ao longo dos anos, nos concentramos na utilização de fontes de energia limpa que ajudarão a reduzir nossa dependência de eletricidade gerada por combustível fóssil e minimizar o impacto ambiental”, disse o CEO da ENOC, Saif Humaid Al Falasi, em um comunicado à imprensa. “A instalação de painéis solares no DLPP faz com que seja a primeira instalação do gênero nos Emirados Árabes, para gerar energia limpa no local. Isso aumentará ainda mais a eficiência operacional da planta e nos ajudará a alcançar novos benchmarks em gerenciamento de recursos. ”

A economia de eletricidade fornecida pelos painéis solares equivale a alimentar pelo menos sete residências em Dubai por um ano, com base nos dados de 2017.

A usina movida a energia solar é parte da mudança da empresa para uma energia mais limpa e está alinhada com a Estratégia de Energia Limpa de Dubai em 2050. A cidade pretende fornecer 7% de suas necessidades de energia através de fontes de energia limpa até 2020, 23% até 2030 e 75 por cento até 2050.

A ENOC já opera nove estações de serviço movidas a energia solar por todo o Dubai e planeja eventualmente alimentar todas as estações de serviço com energia solar.

“Estamos continuamente à procura de oportunidades para contribuir para o desenvolvimento dos ativos e principais projetos de infra-estrutura do país, ao mesmo tempo em que alinhamos nossos objetivos estratégicos ao maior mandato dos Emirados Árabes, que visa diversificar o mix de energia”, disse Al Falasi.