Volkswagen recebe o prêmio Plus X

54

Volkswagen recebe o prêmio Plus X como “Marca Mais Inovadora” pela terceira vez, em 2018. A Volkswagen vem estabelecendo continuamente novos padrões de design de produto em nível mundial. Por essa razão, a empresa sediada em Wolfsburg recebeu pelo terceiro ano consecutivo o prêmio Plus X como “Marca Mais Inovadora”. Como os modelos de automóveis mais marcantes também foram produzidos pela Volkswagen, o júri também premiou a empresa como “Melhor Marca Automotiva 2018”.

Volkswagen recebe o prêmio Plus X como "Marca Mais Inovadora"

A equipe dirigida por Klaus Bischoff, chefe de Design da Volkswagen, recebe em Bonn o prêmio mais importante: o Plus X Award, como “Marca Mais Inovadora”. “Estamos felizes por poder oferecer aos nossos clientes experiências excepcionais a cada dia, resultado de um design sustentável, funcionalidade intuitiva e qualidade sem concessões. Receber o prêmio mais uma vez de um grupo de especialistas como Marca Mais Inovadora é um reconhecimento importantíssimo para nossa marca voltada para o futuro”, explicou Bischoff na cerimônia de premiação.

Portfólio da Volkswagen impressiona

A Volkswagen impressionou fortemente também por seu portfólio muito bem posicionado, que responde a necessidades muito variadas dos seus consumidores. O júri selecionou os modelos Polo, T-Roc e Touareg, assim como os veículos conceituais Atlas Tanoak e I.D. VIZZION como “Produto do Ano” em suas respectivas categorias. Este ano, o júri homenageou os modelos de Wolfsburg por 26 vezes. Por isso, a Volkswagen recebeu o título de “Melhor Marca Automotiva 2018” na categoria de fabricante de automóveis.

Klaus Bischoff, chefe de Design da empresa, recebe o prêmio Plus X como “Marca Mais Inovadora 2018” de Donat Brandt, CEO do Plus X Award
“A Volkswagen vem brilhando há anos por seu design de alta qualidade e pela tecnologia de veículos inovadora. Mais uma vez, este ano, a marca logrou convencer os jurados do prêmio Plus X com veículos de várias categorias – e também com conceitos futuristas”, afirmou Frank Kreif, presidente do júri.