Petrobras assina acordo com chinesa para investir em Comperj e Marlim

71
comperj
Comperj, em Itaboraí – Agência O Globo / Genilson Araújo/21-3-2014

A Petrobras acaba de anunciar a assinatura de carta de intenção com a empresa de petróleo chinesa CNPCI – China National Petroleum Corporation Internacional, para a realização de investimentos no Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro – COMPERJ, no Rio de Janeiro, e no campo de Marlim, área de águas profundas na Bacia de Campos, no litoral fluminense.

De acordo com a empresa, as negociações visam conseguir recursos para a conclusão da refinaria do Comperj, cujas obras estão paralisadas desde 2014, por conta das investigações da Operação Lava-Jato.

A Petrobras negocia desde o ano passado uma parceria com a CNPC para conclusão do complexo.  A companhia tinha um acordo com a chinesa para avaliação de oportunidades de investimentos conjuntos.

Segundo a empresa brasileira, foi assinado apenas um memorando de entendimentos entre as duas empresas para iniciar negociações para a realização de uma parceria estratégica. A expectativa é que a retomada das obras da refinaria do Comperj gere dez mil empregas, de acordo com o Consórcio dos Municípios Leste Fluminense (Conleste), que reúne 11 cidades como Niterói, Itaboraí e São Gonçalo.

Além disso, devem ser criados quatro a oito mil empregos diretos com a construção da unidade de processamento de gas natural (UPGN), prevista para o segundo semestre deste ano.

Ainda não há nenhuma previsão de quando o acordo poderia ser finalizado