FCA investirá R$ 8 bilhões em Betim, Minas Gerais

0
55

O Polo Automotivo Fiat de Betim, MG, comemorou 42 anos na última segunda-feira, 9, em evento que teve a participação de dirigentes da empresa e autoridades estaduais, durante o qual foi anunciado o novo ciclo de investimento específico para o complexo mineiro e seus fornecedores, que envolve R$ 8 bilhões até 2023. O aporte faz parte do plano estratégico global anunciado pelo CEO da FCA, Sergio Marchionne, em 1º de junho.

FCA investirá R$ 8 bilhões em Betim, Minas Gerais
FCA investirá R$ 8 bilhões em Betim, Minas Gerais

Os recursos a serem aplicados em Betim destinam-se à ampliação da gama de produtos, com o objetivo de reforçar a presença da marca em segmentos em que já é líder e em outros que ainda não atua. Segundo a FCA, Fiat Chrysler Automobiles, serão 15 lançamentos realizados a partir do Polo de Betim até 2023, entre carros novos, renovações de modelos e séries especiais.

Maior fábrica de automóveis do Grupo FCA no mundo, a unidade mineira tem capacidade instalada para produzir até 800 mil veículos por ano. Desde sua instalação em 9 de julho de 1976, a Fiat já produziu cerca de 16 milhões de veículos em Betim, dos quais 3,5 milhões foram exportadas.

A planta vem recebendo investimentos em sua modernização e conta em seu perímetro com a fábrica de motores FireFly, considerada a mais moderna do grupo no mundo.

Primeira empresa do setor a se instalar fora de São Paulo, a Fiat iniciou suas atividades com mais de 80% dos fornecedores localizados no Estado vizinho, o que acarretava custos logísticos pesados. Nos anos 1990, adotou um processo que acabou sendo chamado de “mineirização”, por meio do qual alguns parceiros estratégicos investiram em instalações no seu entorno.

FCA – Just In Time

A fábrica passou então a operar no sistema de suprimentos Just In Time (JIT), com ganhos competitivos que permitiram à marca ganhar participação no mercado brasileiro. Atualmente, mais de 60% dos itens comprados provêm de fornecedores instalados num raio de até 150 quilômetros do polo. (AutoIndústria)