Carros autônomos: EUA discutem segurança do modelo

0
18

Em reuniões a portas fechadas em março, reguladores de transportes dos Estados Unidos e outras pessoas discutiram se a polícia deveria ter o poder de desativar carros autônomos e se um alerta automático de que um robô-táxi se envolveu em um acidente poderia violar a privacidade de um ocupante, mostrou um relatório divulgado.

O resumo das reuniões envolvendo funcionários do Departamento de Transporte dos EUA e grupos da indústria, trabalho e defesa ilustrou o emaranhado de questões legais, de segurança e sociais que precisam ser trabalhadas conforme empresas como Waymo, unidade da Alphabet, e General Motors se preparam para disponibilizar carros autônomos para uso público.

Reguladores dos EUA discutem segurança de carros autônomos
Reguladores dos EUA discutem segurança de carros autônomos

Muitos participantes das reuniões “concordaram que é uma questão de quando, não se, haverá um ataque maciço de segurança cibernética visando” veículos autônomos e disseram que “exercícios de planejamento são necessários para preparar e mitigar um ataque potencialmente multimodal de larga escala”, de acordo com o relatório.

Agentes da lei expressaram interesse em poder interagir, dirigir e potencialmente controlar veículos autônomos durante emergências, disse o relatório.

No entanto, os mesmos caminhos que permitiriam que a polícia parasse um carro autônomo poderiam ser explorados por hackers ou terroristas, disseram os participantes da reunião.

Segundo o documento, o subsecretário de política do Departamento de Transportes, Derek Kan, disse que as autoridades precisam responder a questões-chave, entre elas: “Como integrar as autoridades de segurança pública? Devemos exigir compartilhamento de dados? Quais são os requisitos em relação à privacidade ou à segurança cibernética? E como lidar com as preocupações das comunidades com deficiência e idosos?”

Carros autônomos: revolução a caminho

A secretária de Transportes dos EUA, Elaine Chao, disse em San Francisco na terça-feira que “uma coisa é certa – a revolução autônoma está chegando. E como reguladores do governo, é nossa responsabilidade entendê-la e nos preparar para isso”.

Espera-se que o Departamento de Transporte divulgue orientações atualizadas de veículos autônomos no final deste verão, que poderiam abordar algumas das questões levantadas durante as reuniões.

Montadoras, a Waymo e outros participantes na nascente indústria de veículos autônomos pediram regras federais para evitar uma colcha de retalhos de regulação estatal. No entanto, o processo de desenvolvimento de um quadro legal federal para esses veículos é lento. (Reuters/David Shepardson)