Bosch trabalha em jato lateral para você não cair da moto

0
88

Jato lateral Bosch

A Bosch revelou agora em maio uma série de projetos nos quais está trabalhando para aumentar ainda mais a segurança das motocicletas. As patentes da empresa alemã vão desde as mais essenciais, como o ABS até as mais conceituais, como protocolos de comunicação entre motos e carros e outras dignas de filmes de ficção científica, como um sistema que percebe se a moto perde a trajetória em uma curva por conta de uma pista molhada ou com óleo, por exemplo, e aplica uma força lateral extra quando necessário. E como ela faz isso? Usando um gás – o mesmo empregado no disparo dos airbags dos carros –, liberado pela moto por meio de um jato lateral.

O príncipio

De acordo com o material da Bosch, o príncipio é o mesmo da atuação de outros equipamentos eletrônicos, como o controle de tração, que se baseia na leitura de sensores, que levam em conta o ângulo de inclinação da moto. Mas, a necessidade de adaptações extras, como essas saídas de jato lateral e os reservatórios para o gás nos faz pensar se isso é realmente viável em uma moto de rua, uma vez as fabricantes se preocupam cada vez mais em diminuir o peso dos seus modelos.

Além desse “sistema de auxílio” lateral, a Bosch também está trabalhando em tecnologias com base em radar. Segundo eles, essa éa base para outros sistemas como alerta de colisão, sensores de ponto cego e até um piloto automático adaptativo, que calcula a distância do veículo mais próximo na frente e atrás da moto, bem como o fluxo do trânsito, para mantê-la na velocidade certa.

Ducati trabalha em sistema semelhante

A Ducati também já revelou estar trabalhando em um sistema semelhante, que deve ser instalado em 2020 na Multistrada 1260, o que é uma prova de que, depois da IMU (Unidade de Medida Inercial), que gerencia os sistemas da moto com base em diversos eixos, o radar promete ser o próximo grande passo em segurança sobre duas rodas.