Índia quer estruturar a coleta de óleo lubrificante usado no país

0
39

óleo usadoAs empresas estatais de comercialização de lubrificantes da Índia planejam instalar centros de óleo usado, ​​em todo o país, com o objetivo de tornar a coleta mais eficiente em um mercado em expansão. Fontes da indústria dizem que o país recicla bem menos óleo usado do que poderia, e denunciou a natureza desorganizada da coleta no país como o maior obstáculo.

O manuseio de óleo usado, especialmente no mercado de varejo, é informal e não estruturado. A maioria do óleo usado é queimada como combustível industrial, ou é usada para fabricar combustíveis e lubrificantes adulterados.

A Hindustan Petroleum Corp.Ltd. (HPCL), de propriedade do governo, a Indian Oil Corp. Ltd. e a Bharat Petroleum Corp. Ltd. estão procurando criar um sistema que torne o gerenciamento de óleo usado mais organizado e conduzido de maneira científica.

Para iniciar o processo, a HPCL, em nome das empresas de lubrificantes, recentemente colocou uma manifestação de interesse para contratar uma consultoria, para ajudar as empresas na instalação de centros de coleta de óleo lubrificante usados ​​no país, e estabelecer procedimentos operacionais padrão para administrar esses centros.

“É um passo bem-vindo. Nós tínhamos nos aproximado do governo para nos ajudar a obter o óleo usado a preços razoáveis ​​para que os agentes organizados pudessem sobreviver”, disse Philip Mathew, presidente da Associação de Rerrefinadores de Óleo da Índia.

Mathew afirmou que os rerrefinadores de óleo usado ​​registrados, estimados em mais de 400 no país, têm dificuldade em comprar óleo usado a preços razoáveis, ​​porque são desviados para usos diferentes.

Consultoria para estratégias com o óleo usado na Índia

De acordo com o convite à manifestação de interesse, a consultoria selecionada será encarregada de realizar pesquisas limitadas do setor, antes de sugerir um mapa dos centros de coleta para os rerrefinadores registrados.

A consultoria selecionada terá três meses para planejar estratégias de instalação de centros de coleta, e outros nove meses para implantá-las.

O governo central da Índia estabeleceu metas para a quantidade de óleos básicos rerrefinados utilizados pelos misturadores de lubrificantes.

“O objetivo é utilizar 25% de óleo básicos rerrefinado no mercado de lubrificantes no país, até 2023, o que economizará divisas na importação de óleo básico e conservará os recursos que, de outra forma, seriam usados ​​para queimar e, dessa forma, proteger o meio ambiente” disse a declaração.

Acrescentou que o óleo usado é um resíduo perigoso, mas se bem gerido pode ser uma importante fonte de óleos básicos lubrificantes.

A Índia é o terceiro maior mercado de lubrificantes do mundo, e o aumento do volume de básicos rerrefinados poderia ajudar a reduzir a dependência do país das importações. Atualmente, o país importa mais da metade dos óleos básicos que consome.