Moto Elétrica Harley-Davidson chegará até 2019

186

A Harley-Davidson prometeu e está investindo pesado para entregar sua primeira motocicleta elétrica aos clientes até 2019.

Um importante passo para esse futuro, que até então era inimaginável para a fabricante por conta de sua tradição em fazer motocicletas clássicas e barulhentas, foi dado com investimento de capital feito na Alta Motors, fabricante especializada em veículos elétricos.

Moto elétrica Harley-Davidson
Moto elétrica Harley-Davidson chega em 2019

Moto elétrica não é novidade para a Harley-Davidson, pois a fabricante já havia apresentado ao mundo e convidado a todos para rodar em seu projeto em 2014 com a LiveWire, uma “e-bike” com autonomia para rodar cerca de 100 km e com boa potência e torque.

Moto elétrica Harley-Davidson

Foi no começo do ano que a fabricante fez um anúncio informando que sua primeira motocicleta elétrica chegaria ao mercado em até 18 meses. Ou seja, ela estaria disponível para seus clientes até junho de 2019.

Agora, cerca de dois meses depois, a Harley-Davidson investe capital na fabricante de motos elétricas Alta Motors, que tem suas instalações no principal polo de tecnologia do mundo, o Vale do Silício, na Califórnia, EUA.

Segundo a Harley-Davidson, a Alta Motors é uma empresa que demonstrou ter a experiência e projetos inovadores necessários e que se alinham com os planos da fabricante no desenvolvimento em conjunto desta motocicleta.

Harley Davidson LiveWire moto elétrica

A Alta Motors é conhecida produtora de motos elétricas, mas seu foco é outro. A marca fabrica motos voltadas ao off-road que equipam um motor elétrico com refrigeração líquida que é capaz de gerar a potência máxima de 42 cavalos a 14.000 RPM. Sua autonomia é de 100km.

LiveWire

Já a LiveWire, moto elétrica da Harley lançada alguns anos atrás, veio equipada com um motor mais potente, que é capaz de gerar a potência máxima de 74 cavalos, com torque de 7,14 kgf.m e que faz de 0 a 100 km/h em 4 segundos. A autonomia ficou perto dos 100 km também.

Essa autonomia de “apenas” 100 km deve ser melhorada, pois a Harley-Davidson é exímia fabricante de motos que são voltadas para longas viagens, logo, esse deverá ser um ponto que a marca vai tentar desenvolver melhor.

Harley Davidson LiveWire moto elétrica

O investimento pesado no novo segmento de motocicletas elétricas pode ser visto como uma estratégia da fabricante de Milwaukee para se tornar a líder mundial em tecnologia elétrica para motos.

Ao mesmo tempo, esse pode ser um passo para que a Harley-Davidson acrescente um novo público aos seus clientes fiéis, ajudando a melhorar a situação financeira da marca.