ICONIC: O desafio da liderança

234

ICONIC: O desafio da liderança

Por: Pedro N. Belmiro

Duas grandes empresas do segmento de lubrificantes formaram uma joint venture que já nasceu líder de mercado. A ICONIC, fruto da fusão de Ipiranga Lubrificantes e Chevron Lubrificantes, traz em sua essência a complexidade de duas culturas diferentes e o desafio de liderar um mercado que vem lutando há alguns anos para se equilibrar entre a manutenção de seu volume e a rentabilidade de seus produtos.

Para encarar esse desafio, a ICONIC foi buscar no mercado, para seu Diretor-Presidente, um nome já bastante familiarizado com esse tipo de fusão, o gaúcho LEONARDO LINDEN, com mais de 25 anos de carreira, que chega trazendo sua larga experiência em estratégia global de mercado, uma vez que esteve presente em processos de fusão de grandes corporações.

Formado em administração pela UFRGS, especializou-se nas universidades americanas Kellogs School of Management – Northwestern University e North Carolina University, o que lhe deu uma base sólida para o melhor entendimento do mundo dos negócios.

Em entrevista exclusiva à revista LUBES EM FOCO, Leonardo Linden fala abertamente sobre sua experiência como profissional, o processo de criação da ICONIC, seus valores e suas expectativas para o mercado de lubrificantes brasileiro.

ICONIC: O desafio da liderança
ICONIC: O desafio da liderança

Entrevista

Lubes em Foco – Como a sua experiência com fusões de empresas vai ajudar a ICONIC no nosso mercado?
Leonardo Linden – Ao longo dos meus mais de 25 anos de carreira, tive muita exposição a processos de fusão. Esse é o quinto que eu realizo. Quando se tem uma fusão de grandes corporações, como é o caso da ICONIC, existe uma série de características e desafios muito específicos e muito ligados ao momento em que se dá o processo.

Quando veio o convite para participar desse projeto, eu gostei muito, porque senti que tinha a possibilidade de trazer uma contribuição importante e, principalmente, porque acho que o negócio em si faz muito sentido.

O lubrificante é um segmento que cativa muito por suas características, já que tem vários componentes envolvidos, como produção, tecnologia, necessidade de escala e busca constante de eficiência. Há um desafio para a indústria como um todo, que é entregar cada vez mais qualidade, especialização, de forma cada vez mais eficiente. Isso é muito atrativo a um executivo, principalmente quando se lida com equipes especializadas e muito competentes tocando esse projeto, e isso me deixa muito feliz.

Clique na revista abaixo e leia o restante do artigo na revista LUBES EM FOCO:

Lubes em Foco 64