Lwart é destaque do Guia Exame de Sustentabilidade 2017

0
123

Grupo Lwart

Empresa do Grupo Lwart está entre as mais sustentáveis do País, com boas práticas ambientais na coleta e rerrefino do óleo lubrificante usado.

Lwart Lubrificantes é destaque do Guia Exame de Sustentabilidade 2017
Lwart Lubrificantes é destaque do Guia Exame de Sustentabilidade 2017: Fotografia da LWART Lubrificantes em Lençóis Paulista.

Pesquisa publicada em novembro deste ano realizada, pelo Guia Exame de Sustentabilidade, destacou as boas práticas corporativas da Lwart Lubrificantes em diversas dimensões da sustentabilidade. O levantamento contempla informações importantes que refletem a cultura, a conduta e os impactos da atividade da empresa presente no cotidiano da sociedade, e considerada de utilidade pública. A logística reversa do óleo lubrificante usado e seu rerrefino ganham evidencia pelo propósito ambiental e o abastecimento de derivados de petróleo.

Guia Exame de Sustentabilidade 2017

O Guia Exame de Sustentabilidade 2017 demonstra a importância do rerrefino do óleo lubrificante usado e coloca a Lwart entre as sete mais sustentáveis do setor químico e uma das 75 corporações melhor avaliadas. A publicação decorre de dados levantados pelo Centro de Estudos em Sustentabilidade da Fundação Getúlio Vargas de São Paulo (GVces), considerada relevante pesquisa de práticas de responsabilidade corporativa. A empresa obteve destaque para indicadores que apontam para a preservação dos recursos naturais e pela contribuição na implementação e manutenção de políticas públicas para o desenvolvimento sustentável.

 A Lwart e a economia circular

 

Manoel Browne, representante de Relações Institucionais da Lwart

Mais de quatro décadas desempenhando uma atividade que contribui diretamente para o desenvolvimento sustentável e também para a economia do país, transformando um resíduo em produto de valor agregado.

 

O representante de Relações Institucionais da Lwart, Manoel Browne, enfatiza que o processo de coleta e rerrefino do óleo lubrificante usado é um modelo de negócio que representa um desenvolvimento positivo cada vez mais valorizado, preservando o capital natural. “É um caminho que todo mercado deverá seguir no futuro próximo, com uma economia circular produtiva e de alta performance”, avalia.

 Rerrefino é ilimitado

 Como demonstração da importância do rerrefino, de cada 100 barris de petróleo é possível extrair, em média, três de óleo lubrificante. “E com 100 barris de óleo usado, como aquele que sai do cárter de nossos veículos, consegue-se 70 barris pelo rerrefino”, explica Manoel.

O mais importante é que não há limite para o rerrefino do óleo usado. O produto pode ser reciclado infinitamente, sem a necessidade de queimá-lo ou destruí-lo de outra forma. “A economia está migrando para a prevenção do desperdício ou do melhor aproveitamento dos recursos, então o bom negócio da sustentabilidade está no ciclo virtuoso, no ciclo fechado sempre que possível e viável, como dizem, no cradle-to-cradle”, afirma.

A importância do ponto de vista ambiental, social, econômico e ético

Manoel garante que reciclar o óleo lubrificante usado tem essencial importância do ponto de vista ambiental, social, econômico e ético. “Digo isso porque temos que pensar nas gerações futuras e a Lwart trata esse assunto como um princípio: valorizando o homem e construindo o futuro. Confiamos na busca contínua por melhorias em processos, fortalecendo o compromisso com as partes interessadas por meio do diálogo e valorização do marco regulatório que temos no setor. Vamos em busca de mais sensibilização ambiental para que todos cumpram a sua parte nessa jornada, com atenção e zelo quando for destinar seus resíduos”, finaliza.