Sindicom apresenta pesquisa com consumidores de óleos

0
721

Sindicom apresenta pesquisa com consumidores de óleos

Uma pesquisa do Instituto IBOPE, contratada pelo Sindicom, mostrou os hábitos e conhecimentos dos consumidores, para a escolha e troca de óleos lubrificantes.

A pesquisa foi apresentada à imprensa ontem, dia 22/11, na sede do sindicato, quando o Gerente de Lubrificantes, Giancarlo Passalacqua,g fez um resumo do mercado de brasileiro de lubrificantes e suas características principais.

Fatores considerados pelos consumidores para a escolha do lubrificante

Segundo a pesquisa, os principais fatores considerados pelos consumidores para a escolha do lubrificante a ser usado em seus carros foram:

  • Confiança na marca – 29%
  • Por recomendação do fabricante do carro – 21%
  • Durabilidade/desempenho do lubrificante – 16%
  • Preço do óleo lubrificante – 13%
  • Recomendação do frentista/mecânico/profissional de confiança – 10%
  • Viscosidade do óleo lubrificante – 4%
  • Pela proximidade do local de troca da minha casa/trabalho – 3%
  • Não sabem responder – 5%

Giancarlo ressaltou que a interpretação desses dados nos leva a perceber como o consumidor precisa se sentir seguro, colocando a palavra confiança com um ponto-chave da pesquisa. “Se somarmos os itens sobre confiança na marca, recomendação do fabricante e recomendação de frentista/mecânico/profissional de confiança, chegamos a um total de 60% dos consumidores que valorizam o fator confiança, muito mais do que o fator preço. Isso nos faz sentir responsáveis por uma informação relevante e adequada ao consumidor”, lembrou Passalacqua.

Grande desconhecimento dos consumidores

A pesquisa mostrou ainda um grande desconhecimento dos consumidores, acerca do tema lubrificantes, pois ao responderem sobre o tipo de óleo que usam, a grande maioria se referiu a óleos sintéticos e semissintéticos como os melhores, entretanto, as vendas das distribuidoras não mostram esse perfil, nos óleos automotivos.

Pode-se concluir também da pesquisa, que a especialização tem orientado a escolha do local, influenciada pela confiabilidade inspirada pelas oficinas, centros automotivos, supertrocas etc…  “É de se esperar que, cada vez mais, os centros automotivos e as supertrocas ampliem seus serviços de troca de óleo, ocupando um espaço bastante razoável em futuro próximo”, disse Giancarlo.

Responsabilidade das Distribuidoras

O Sindicom ressaltou ainda, que a necessidade de confiança e a falta de conhecimento do consumidor confere às distribuidoras uma grande responsabilidade com a disseminação de informações relevantes e apoio ao consumidor. “Com o propósito de ajudar o consumidor com relação aos lubrificantes, criamos o site Óleo Certo, em www.óleocerto.com , e também uma página no Facebook, que nos tem trazido um retorno bem significativo da satisfação dos consumidores”, disse o Gerente de Lubrificantes.

A Revista Lubes em Foco, presente à reunião com a imprensa, apresentará, em sua próxima edição, uma matéria com um resumo da pesquisa IBOPE recomendada pelo Sindicom, e também dados sobre o mercado brasileiro de lubrificantes.