Motor 1.0: Demanda por modelos cresce 16,8% no ano

0
14

Dos dez veículos mais vendidos no País, sete têm opção com motor 1.0. Em geral mais econômicos, esses modelos – que no passado chegaram a dominar o mercado brasileiro – registram este ano crescimento de vendas acima da média do mercado. De janeiro a outubro foram emplacados 526,7 mil veículos 1.0, alta de 16,8% sobre os 451 mil vendidos no mesmo período do ano passado. O mercado total de automóveis teve expansão de 9,7%.

Motor 1.0: Demanda por modelos cresce 16,8% no ano
Motor 1.0: Demanda por modelos cresce 16,8% no ano

Com isso a participação dos modelos 1.0 – aqueles que no passado foram chamados de populares – saltou de 33,2% no ano passado para 34,8% no acumulado deste ano até outubro, de acordo com dados divulgados pela Anfavea na quarta-feira, 8. A chegada de novos modelos, como o Renault Kwid 1.0, têm sido decisivas nesse processo de alta. Sem contar novidades como o Argo, que concorre numa faixa superior do mercado mas também oferece opção de motorização menor. O hatch da Fiat foi o décimo colocado em outubro, com 4,2 mil emplacamentos.

Mas também pesa nesse aumento da demanda a evolução dos motores 1.0, que foram os que mais ganharam em redução de consumo de combustível durante o Inovar-Auto, programa que estabeleceu metas de eficiência energética para garantir o benefício de IPI menor. O Kwid, por exemplo, chegou no final de julho com motor 1.0 SCe com bloco de alumínio e preço a partir de R$ 30 mil. Foii o vice líder em setembro, com mais de 10 mil unidades vendidas no mês, e o 17º colocado em outubro, com exatos 3.926 emplacamentos.

O fenômeno de setembro pode ser atribuído à pré-venda do modelo, que gerou demanda reprimida após sua chegada ao mercado. De qualquer forma, o compacto da Renault já emplacou 17,5 mil unidades, posicionando em 30º lugar no ranking anual com apenas três meses de venda.

Da lista dos dez mais vendidos no País em outubro, todos os cinco primeiros colocados – Chevrolet Onix, Hyundai HB20, Ford Ka, VW Gol e Chevrolet Prisma – têm disponibilidade de motor 1.0. Dos outros cinco, somente o Toyota Corolla e os SUVs Jeep Compass e Honda HRV não têm essa opção. Em outubro, o Fiat Mobi foi o sétimo colocado e o Argo o 10º.  No acumulado do ano também faz parte da lista dos dez mais o Renault Sandero, que ocupa o 5% lugar com 59,6 mil unidades vendidas. O líder Onix já emplacou 152,5 mil unidades, seguido do HB-2º com 88,2 mil do do Ka com 77,9 mil.

Motor 1.0

Enquanto as vendas de modelos 1.0 cresceram 16,8% no acumulado até outubro, as dos automóveis com motor acima de 1.000 cm³ até 2.000 cm³ tiveram alta de 8,2%, passando de 888,2 mil para 961,2 mil unidades. Já as de modelos com motorização acima de 2.000 cm³ caíram 10,1%, baixando de 30,3 mil para 27,3 mil no mesmo comparativo.