Proposta para a API SN Plus em maio de 2018

0
101

O Grupo de Lubrificantes do API (American Petroleum Institute) reuniu-se em Detroit, na semana passada para discutir a nova categoria suplementar de óleo de motor “SN PLUS”, e quando será implantada. O API está propondo o dia 1º de maio de 2018, como uma data viável para começar o licenciamento de produtos que atendam à nova designação, o que aumentará a proteção de motores de pequeno porte, com injeção direta e turbocompressor.

Nesse Verão, o Comitê Internacional de Padronização e Aprovação de Lubrificantes da indústria automobilística solicitou que a data de lançamento para esses novos óleos fosse o dia 1º de janeiro de 2018, o que muitos na indústria do petróleo não puderam concordar, dado o status incompleto do novo teste de pré-ignição e os requisitos normais do API para a introdução de uma atualização de categoria.

1º de maio pode ser viável

O dia 1º de maio parece ser a primeira data em que o licenciamento pode acontecer, com base nos protocolos API. Esta data parece assumir que o trabalho restante relacionado ao teste pode ser completado dentro deste período de tempo.

A reunião do Grupo de Lubrificantes de 9 de novembro também analisou um primeiro rascunho para a categoria suplementar, bem como a linguagem para o usuário da designação SN Plus, juntamente com o design sugerido para o donut API. O consenso sobre o design do donut do API foi alcançado anteriormente, e o API começará a preparar uma cédula oficial para que os membros votem e autorizem a nova categoria e o calendário proposto, e também para compartilhar oficialmente quaisquer preocupações relacionadas à implantação da categoria SN Plus, nesse período de tempo.

Também teve lugar uma discussão sobre educação do consumidor e uma campanha de mídia do API para explicar a categoria. Este é um tópico crítico para as partes interessadas. Como resultado da nova categoria, o ILSAC “starburst” pode ser definido como API SN-Resource Conserving ou API SN Plus-Resource Conserving, adicionando confusão ao consumidor e ao provedor de serviços.

API SL

SN Plus

Embora os comerciantes ainda possam comercializar a API SN-Resource Conserving, muitos acreditam que a maioria ou a grande maioria dos comerciantes irá se mudar rapidamente para as novas formulações SN Plus, porque não querem que os seus produtos sejam visto como piores em comparação às reivindicações dos concorrentes.

O custo dos novos produtos também pode afetar quando e se os comerciantes mudarem para o novo nível de qualidade, se a transição da maioria dos comerciantes, usuários finais e instaladores adotarem o desempenho API SN Plus por padrão. Por razões de logística, é pouco provável que os comerciantes mantenham ambos os níveis de qualidade.

O grupo de trabalho do API para o Intercâmbio de Óleo Básico (BOI) e de Graus de Viscosidade (VGRA) também se reuniu em Detroit, no dia 9 de novembro, para avaliar o status do teste Ford LSPI, bem como os testes novos ou de substituição para ILSAC GF-6, a próxima atualização de categoria de óleo de motor para automóveis de passageiros .

O teste LSPI, que se tornará a Sequência IX, precisaria ser totalmente concluído e as diretrizes das regras de BOI e VGRA estarem em vigor, para garantirem a implantação a tempo para que a data de 1º de maio seja viável para a introdução da SN Plus.

Infineum apresenta sugestões para implantação da SN Plus

A Infineum USA apresentou ideias para ajudar na implantação da API SN Plus e discutiu os principais problemas de teste, além do teste de pré-ignição de baixa velocidade, Sequência IX. A Sequência IIG, que testa oxidação e depósitos, por exemplo, está próxima do final de sua vida e as empresas de aditivos podem estar em transição para o IIIH, que agora já está vivo, mas ainda não possui diretrizes de BOI e VGRA.  A Sequência VIE e a VIF substituirão a Sequência VID para o teste de economia de combustível, que agora está obsoleta e indisponível.

A Infineum observou que sem as diretrizes práticas para BOI e VGRA pode não haver capacidade de suporte de teste suficiente para cobrir todas as classes e combinações de graus de viscosidade e óleos básicos necessárias no mercado. Não ter essas diretrizes também adicionaria muito custo para os formuladores para implementar completamente seus pacotes de aditivos em todos os básicos e graus de viscosidade.

Para o teste de pré-ignição em baixa velocidade, Sequência IX, a matriz BOI / VGRA está pronta para começar, mas espera que todos os óleos de teste sejam misturados e aprovados, bem como que as partes interessadas aprovem o Memorando de Entendimento que libera o financiamento da indústria.

Testes

A proposta da Infineum permitiria que as empresas de aditivos fizessem uma pequena quantidade de testes matriciais até que as regras finais estejam em vigor. Está recomendando uma abordagem conservadora e de baixo risco, que seria mais restritiva do que as regras finais que se esperam emitir pelo grupo de trabalho para BOI / VGRA.

Para a Sequência IIIH, que testa oxidação e depósitos, nenhuma proposta para intercâmbio de óleo de básico foi feita; Isso é consistente com a Sequência IIIG, que não permite BOI hoje com base em apenas um teste. No entanto, a Infineum propôs regras para VGRA, consistentes com outros testes de oxidação e depósitos, usando o julgamento técnico.

Para os testes de economia de combustível da Sequência VIE e da VIF, propôs que a indústria continuasse o licenciamento provisório até a chegada das diretrizes de BOI e VGRA, ou adotasse regras consistentes com as que estavam em vigor para testes anteriores de economia de combustível.

Muito trabalho até 1º de maio

Então, o progresso foi feito, mas é claro que alguns problemas restantes devem ser resolvidos para garantir o acordo sobre como gerenciar os testes novos e os de substituição, de modo que a API SN Plus possa avançar, e a data de lançamento, em 1º de maio, pode se tornar uma realidade. Essa data está a menos de seis meses de distância, e as empresas de aditivos e de comércio de lubrificantes têm um grande trabalho pela frente se quiserem ter produtos prontos para essa qualificação.