BP formará empresa de energia integrada com a Bridas Corporation, na Argentina.

0
40

bridasA BP formará uma nova empresa de energia integrada com a Bridas Corporation, na Argentina, combinando seus interesses na produtora de petróleo e gás Pan American Energy (PAE) e na refinadora e distribuidora da Axion Energy, em uma transação sem aporte financeiro.

A nova empresa, Pan American Energy Group (PAEG), será a maior empresa privada de energia integrada que atua na Argentina.

A transação está sujeita a arquivamento ou aprovação regulamentar em diversas jurisdições. A conclusão do acordo está antecipada para o início de 2018.

Composição acionária

O PAEG será de propriedade da BP e da Bridas Corporation, uma joint venture de 50/50 da Bridas Energy Holdings da Argentina e da CNOOC Limited da China.

Atualmente, a PAE tem uma composição de 60% de BP e 40% de Bridas, enquanto a Axion é de propriedade exclusiva da Bridas. Não haverá pagamentos para troca de capital.

A combinação de PAE e Axion, sob propriedade unificada, alinhará os interesses dos acionistas da PAEG nos negócios de upstream e downstream, na Argentina, Uruguai e Paraguai.

Espera-se que a PAEG se beneficie da experiência global da BP em tecnologia e comercialização através das cadeias de valor tanto de upstream como de downstream, bem como do profundo conhecimento operacional da Bridas.

A combinação também pode oferecer mais sinergias de integração; A refinaria da Axion já é o principal cliente da produção de petróleo bruto argentino da PAE.

Executivos da BP e da Bridas Corporation estão confiantes

“Com o apoio das habilidades e conhecimentos combinados da BP e da Bridas, este novo negócio integrado poderá buscar oportunidades de crescimento e desenvolvimento na Argentina, Uruguai, Paraguai e México”, disse Bob Dudley, CEO do Grupo BP.

“Vemos oportunidades de melhoria de valor em todos os negócios da PAEG; de ampliar a vida da produção em campos maduros e desenvolver novos recursos não convencionais, incluindo Vaca Muerta, ao crescimento nos negócios de varejo de combustíveis e de lubrificantes. Estes se encaixam bem com a estratégia da BP e nos permitirão fortalecer e aprofundar nosso relacionamento de longo prazo com a Bridas”.

“Nos últimos 58 anos, investimos no setor de energia na Argentina e na região. O investimento eficiente tem sido o principal fator por trás do nosso crescimento como empresa de petróleo e gás. Ao assinar este acordo, uma nova fase começa para a nossa empresa, ao integrar nossas operações com as de nossos parceiros”, disse Alejandro Bulgheroni, chairman e presidente da Bridas Corporation.

“Este acordo de integração ratifica nosso compromisso com investimento, emprego e o desenvolvimento eficiente de recursos que a nossa região precisa”, disse Marcos Bulgheroni, diretor executivo da Pan American Energy.

Uma união de peso

PAE é o segundo maior produtor argentino de petróleo e gás. Produziu diariamente, em 2016, cerca de 262 mil barris de petróleo equivalente (boe), representando aproximadamente 18% da produção total de petróleo e gás argentino. Possui interesses nas quatro principais bacias de hidrocarbonetos da Argentina, incluindo o funcionamento de Cerro Dragon, o maior campo petrolífero da Argentina e interesses no potencial de xisto de Vaca Muerta. PAE também opera o bloco de Hokchi no lado mexicano do Golfo do México.

A Axion Energy possui e opera uma capacidade de 90.000 barris de petróleo por dia (bpd), na refinaria de Campana, ao norte de Buenos Aires. Tem mais de 750 pontos de venda de varejo na Argentina, Uruguai e Paraguai e também possui os negócios de lubrificantes e combustíveis para aviação.

O conselho de oito membros da PAEG compreenderá quatro diretores de cada acionista e os acionistas irão compartilhar os direitos de nomeação de executivos seniores importantes para a empresa. A PAEG será autofinanciada.