Adobe revela como as pessoas veem o futuro do trabalho

0
39
Estudo da Adobe revela como as pessoas veem o futuro do trabalho
Estudo da Adobe revela como as pessoas veem o futuro do trabalho

Futuro do trabalho

Mesmo para quem acompanha o trabalho da Adobe há algum tempo, pode ser difícil enxergar além do conjunto de programas de edição audiovisual da marca. Felizmente, além de Photoshops, Premieres e After Effects da vida, a empresa conta com divisões de pesquisa tecnológica – capazes de criar verdadeiras bruxarias digitais – e análise de mercado. Uma delas, chamada Adobe Digital Insights, resolveu varrer a rede para saber mais sobre o que as pessoas acham do futuro do trabalho.

Para levar essa empreitada adiante, a empresa analisou 3 milhões de menções na internet em língua inglesa – entre postagens no Twitter, em blogs e em fóruns – referentes a esse tema e chegou a dados bem interessantes. O levantamento feito entre janeiro de 2016 e janeiro deste ano, por exemplo, reconheceu que o impacto da automação e dos robôs é top of mind, mas de um modo bem diferente do que se esperava.

Adobe: robôs estão ajudando a tornar o seu trabalho mais fácil

Isso porque, ao contrário da crença popular, a maioria das pessoas que debate esse assunto nas plataformas online não está falando sobre um futuro apocalíptico ou como as máquinas vão tirar o nosso emprego, mas sim como os robôs estão ajudando a tornar o seu trabalho mais fácil. Menções de automação dobraram ano a ano e menções diárias médias com os termos “robôs” e “empregos” aumentaram 70% no mesmo período.

Automação e liberdade

Na sequência, os tópicos relacionados a machine learning, inteligência artificial e robôs foram os que levaram a conversas mais abrangentes sobre automação. Embora haja sim alguma preocupação sobre como os robôs e a automação podem impactar no trabalho, os internautas estão cada vez mais falando de um jeito positivo sobre isso. A automação no local de trabalho, por exemplo, pode livrar os funcionários de tarefas mundanas e deixá-los livres para se concentrar em responsabilidades mais criativas e estratégicas.

O mais interessante desse ponto da pesquisa? Não se trata apenas de robôs. Os softwares de produtividade também foram mencionados como uma ajuda essencial para automatizar tarefas repetitivas. Nesse sentido, a automação recebeu um sentimento bastante positivo, principalmente para poupar tempo (30%) e assumir uma grande análise de dados (25%). A ideia aqui é que, com um esforço maior em direção à automação, a análise de dados mais mundanos pode se tornar uma relíquia do passado.

Temas diversos

Nas palavras da Adobe Digital Insights, “quando aprofundamos a análise, descobrimos que as pessoas também estavam falando sobre alguns outros assuntos relacionados ao futuro do trabalho”. Confira abaixo a listagem de itens que ganham caráter de importância para as pessoas dentro dessa temática:

  • People Analytics:

    o RH é a organização de trabalho que, mais recentemente, passou a incorporar o Big Data na tomada de decisões. Nesse campo, a ideia de usar o analytics para recrutar, melhorar o gerenciamento, substituir revisões de desempenho e cultivar locais de trabalho foi o tópico mais popular. As conversas sobre people analytics no contexto do futuro do trabalho aumentaram 20% em relação a 2016, indicando que as empresas estão concentrando mais esforços nas pessoas, levando a melhores locais de trabalho.

  • Ambiente de trabalho:

    de acordo com os resultados, ter certo nível de flexibilidade é uma motivação extra para os funcionários. Isso também tem se tornado verdade em relação à flexibilidade no contrato de trabalho, que caminha cada vez mais para a gig economy – a famosa “economia do bico”. As próprias menções à gig economy aumentaram cerca de três vezes entre 2016 e 2017.

Hyperloop é destaque nas tendências de tecnologia do transporte
  • Transporte:

    um transporte mais rápido e autônomo pode mudar completamente o modo como chegamos ao trabalho. Liderado pelo Hyperloop e pelos carros autônomos (1,1 milhão de menções a mais em 2016), o futuro do transporte tem tudo para ser bastante promissor. Com seu visual futurista e sua velocidade fora do comum, por exemplo, o Hyperloop despertou 50% mais sentimentos positivos dos usuários que os ônibus e o dobro que os táxis. Quando se fala de marcas do setor, Tesla, BMW, Ford, Volvo e GM são as cinco mais mencionadas.

Trabalho remoto

Quando o assunto é home office e escritórios virtuais, o potencial mostrado pela pesquisa da Adobe Digital Insights também parece ser bem grande. O fato inusitado dessa parte do levantamento é que, diferentemente do que se imagina, o Twitter é visto como uma plataforma social mais integrada com essa realidade do que o LinkedIn – uma rede social criada especificamente para as necessidades corporativas e profissionais.

E você, que tipo de mudanças tem percebido com o avanço da tecnologia nas mais diferentes áreas? Sentiu que o seu trabalho piorou ou melhorou nos últimos anos por conta disso? Deixe a sua opinião sobre o assunto mais abaixo, na seção de comentários.