VW VIRTUS é o nome do Polo sedan para o Brasil

Modelo feito sobre a base MQB A0 teve pré-apresentação no Salão de Genebra

1005

Virtus da Volkswagen

A Volkswagen aproveitou a visibilidade do Salão de Genebra para anunciar (pegando todo mundo de surpresa) a chegada de um inédito sedã ao Brasil. Nós já o esperávamos e chamávamos de “Voyage”, conforme o flagrante que publicamos em janeiro. Mas não é nada disso: o modelo se chamará Virtus, será construído sobre a plataforma MQB A0 e posicionado comercialmente entre o Voyage e o Jetta. Calma que a gente explica.

O anúncio foi feito em plena abertura do Salão de Genebra. Por ninguém menos que Herbert Diess (presidente do conselho de administração da Volkswagen), o que revela o peso e a importância dada ao lançamento. Nas palavras do executivo, o Virtus será “nosso primeiro produto MQB para o Brasil feito para recuperar força na região”.

Virtus
VW Virtus no Salão de Genebra

Os novos Volkswagen brasileiros

Com a revelação, Diess ajuda a encerrar dúvidas sobre os novos Volkswagen brasileiros. Tanto o hatch quanto o sedã. Antes, os rumores davam conta de que seria o Gol o novo produto feito sobre a plataforma MQB A0, uma versão mais curta e menos sofisticada da plataforma modular do Golf. E que seu sedã seria o Voyage. Neste mês, a revista MotorShow cravou que a ideia de chamar o modelo de Gol não vingou porque ele seria caro demais. Algo que nossas fontes confirmaram hoje: “Falar em Gol é barrigada”, disseram elas ao diretor do Motor1.com, Fábio Trindade. Em suma, teremos o Virtus e o Polo por aqui.

VirtusAlém disso, Diess revelou também imagens da nova geração do Jetta e do novo SUV médio da marca, que será chamado de T-ROC, assim como o conceito. Todos eles serão revelados ainda neste ano. E têm chances de chegar ao Brasil já em 2018.

virtus-03

Parentesco grande entre o Polo e o Virtus

A imagem do Polo, acima, mostra o parentesco entre o Polo e o Virtus. O sedã será um projeto inteiramente novo e, portanto, sem qualquer relação com o Santana ou outro carro já existente, como se cogitou anos atrás. A Volkswagen cobiça um sedã entre o Voyage e o Jetta há tempos. Seria o concorrente ideal para Chevrolet Cobalt, Renault Logan e Nissan Versa.

A data de estreia não foi confirmada, mas, nas entrelinhas, Diess deixa claro que o Virtus chegará primeiro que o Polo, abrindo caminho para a volta deste compacto premium ao mercado.