Tendências tecnológicas para óleos de motor

0
166

Por ser uma das economias mais poderosas do mundo, o Brasil passa por uma rápida evolução no sofisticado mercado de veículos de passageiros. As implicações são muitas, e há desafios significativos pela frente.

Alterações legislativas recentes visam reduzir as emissões de todos os veículos e alavancar a economia de combustível. Um dos avanços mais importantes é o programa de incentivo Inovar Auto, que busca eliminar uma média de 15 toneladas de CO2 por veículo no país ao incentivar a produção nacional de motores menores, mais econômicos e mais potentes. O programa foi concebido para alcançar um aumento de 12% de eficiência energética até 2017.
Motivados por esses regulamentos e incentivos, os OEMs no Brasil têm introduzido novas tecnologias automotivas no mercado. Modificações nos motores são cada vez mais comuns, tais como a introdução de turbocompressores (com ou sem injeção direta), a utilização de sistemas de start/stop e o lançamento de carros cada vez mais compactos.
Estas novas tecnologias são essenciais para obter economia de combustível e alcançar as metas de emissões. Os novos motores precisam de lubrificantes modernos para manter os componentes em condições adequadas de funcionamento, operando em todo seu potencial.

É por isso que as especificações para óleos de motor de veículos de passageiros estão evoluindo mais rapidamente no Brasil do que em qualquer outro lugar do mundo. Os lubrificantes usados em veículos de passageiros em 2015 deviam atender a uma classificação mínima API SJ.

Até 2017, os lubrificantes para veículos de passageiros deverão atender à classificação mínima API SL, e espera-se que até 2020 atendam à classificação API SM/SN. Portanto, poderíamos ver no Brasil uma evolução dez anos mais rápida do que na América do Norte, que passou de API SJ para SN ao longo de um período de 15 anos, de 1996 a 2011.

Estes são os desafios que temos pela frente para o mercado de veículos de passageiros no Brasil, e todos os intervenientes têm um papel a desempenhar.

Clique abaixo, faça login e leia a matéria completa na revista LUBES EM FOCO – Ed 54.

capa-ed-54